Copa União do Nordeste de Remo 2017

ENTIDADE APOSTA NA UNIÃO PARA RESGATAR O PRESTÍGIO DO REMO

Resgatar o prestígio do remo na Região, otimizar o nível técnico dos seus atletas, são alguns objetivos da Copa União do Nordeste a ser realizada este ano, com a participação dos Estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.
Instituída pela Federação Pernambucana, contando com o apoio das entidades norte-rio-grandense e paraibana, a competição visa também estimular a prática da modalidade por parte da juventude, como em passado recente, através de alguns incentivos.
“E esses objetivos, além de outros, somente são alcançados através da união, princípio básico do sucesso para qualquer investimento sadio”, esclareceu o presidente da FPR, Ricardo Serrano, justificando o nome da competição.
Quanto a ideia da realização, logo aceita pelas federações envolvidas, Serrano explicou que é uma etapa inicial para enfrentar a perda de terreno imposta pelo tempo a essa modalidade.
“Começa pela motivação dos atletas em treinamentos diante de competições interestaduais de bom nível com maior frequência. Por gravidade, novos adeptos, até chegarmos ao aumento de público”.
Conforme explicou o presidente da entidade pernambucana, o desporto aquático de velocidade em barcos estreitos, por ser oneroso, foi perdendo a popularidade para as modalidades coletivas como atração, principalmente futebol, voleibol e basquetebol. Por isso, particularmente no Recife, com o passar do tempo, as regatas limitaram-se a dois clubes – Náutico e Sport.
“Isso sem se falar no assoreamento do seu principal palco, o leito do Rio Capibaribe entre as Ruas da Aurora e Rua do Sol, onde multidões assistiam aos empolgantes duelos”.
“Hoje, infelizmente, não temos mais esse espaço” – lamentou Ricardo Serrano.
O presidente da Federação Pernambucana de Remo, no entanto, afirma encarar o que é obstáculo como uma etapa dos seus planos, ao lado dos dirigentes Correa Neto (vice-presidente), Valdomiro Sampaio Martins, Alexandre da Silva Lins e Jorge Falcão.
Um diferencial dessa competição é que será realizada em locais diferentes em suas etapas. Começando no próximo dia 17 de julho a Regata “Sport Club do Recife”, que será disputada em frente a garagem de remo do Sport. No dia 13 de agosto será na frente da garagem de remo do Náutico, na Regata “Clube Náutico Capibaribe”. No dia 17 de setembro acontecerá a Regata “Natal”, na capital do Rio Grande do Norte. A última Regata será a “Recife”, no dia 12 de novembro, que será realizada na tradicional raia do Marco Zero.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta